Feedback e Comunicação

Feedback e Comunicação:
(mais de 100 cursos e palestras deste tema em cinco estados da união – tema e enfoque absolutamente originais – Matéria da Revista Melhor e de vários outros veículos)

Síntese: Feed Back tem sido uma das atividades mais requisitadas hoje pelas empresas. A importância estratégica da ação de feed back e a dificuldade da execução têm preocupado sensivelmente as organizações em geral e os próprios gestores. É uma ação que depende, além da técnica propriamente dita, de postura comportamental apropriada. A comunicação, matéria prima do feed back é outro componente essencial para uma boa performance do nível de supervisão em geral. Costumamos enfatizar que comunicar é basicamente sinônimo da ação gerencial.

Sugerimos, como material didático, o livro de autoria de Bernardo Leite Moreira – “DICAS DE FEEDBACK”. LV252071_N

Leia artigo – Feed Back é mais do que….
Leia artigo – Sete regras do Feedback

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

OBJETIVOS:

– Instrumentar os participantes á uma adequada condução do processo de Feed Back, tanto no cumprimento do acompanhamento das avaliações de desempenho como na sua atividade diária de monitoramento do desenvolvimento do trabalho e dos seus subordinados.
– Desenvolver competências adequadas de comunicação possibilitando adequado acompanhamento reforçando o desenvolvimento de carreira e resultados.
– Este treinamento aplica-se exemplarmente para o auto-desenvolvimento profissional e de gestão.

PROGRAMAÇÃO:

· A Competitividade e as organizações
o Histórico da competitividade
o O perfil da nova liderança e o desafio das novas chefias
o A relação entre eficiência e eficácia
o O foco como alavanca de resultados
o Reflexão sobre resultados (relação de interdependência).
o O Jogo do Castelo – Dinâmica de Grupos

· Comunicação
o O verdadeiro sentido da comunicação e a etimologia da palavra.
o Os desvios e bloqueios físicos e psicológicos da comunicação
o Porque “no mínimo 100% das empresas têm problemas de Comunicação”.
o A difícil “arte” do ouvir
o Simulações e exercícios.

· A técnica de Feed Back
o Conceituação de Feed Back
o O real objetivo da ação de Feed Back
o As dificuldades típicas da sua aplicação (administrativas e comportamentais)
o Mitos e realidades sobre a prática do Feed Back
o O P.L.A.N.O. na condução do Feed Back
§ Os três momentos na Avaliação de Desempenho –
· “FLASHBACK”
· “FEEDBACK”
· “FEEDFORWARD”
o A utilização de modelos e ferramentas estratégicas para diagnóstico e desenvolvimento.
o Feed Back é mais do que…..!
o Plano de desenvolvimento.

Conheça alguns depoimentos sobre os cursos de Feedback e Comunicação…

Similar Articles

Relacionamento > Diferenc... Presumo não haver dúvida sobre o fato de que o relacionamento sempre foi um fator estratégico e diferencial para os resultados. Mas, respeitando o título, afirmo que
O novo enfoque da Avalia... O novo enfoque da Avaliação de Desempenho As grandes mudanças no ambiente empresarial e a necessidade de maior aproximação com os objetivos organizacionais alteram substancialmente, os procedimentos
Você está confortável?... Tudo bem, impossível negar que estar confortável é objetivo de todos, mas que é um grande risco não tenham dúvida! Um dos exemplos que utilizo para demonstrar
O treinamento pode ser pr... Neste artigo quero homenagear uma área que é a própria essência de R.H.: a área de Treinamento e Desenvolvimento. Acredito que não há a menor dúvida de
Relacionamentos que fazem... “Relacionamentos que fazem a diferença: uma vivência de Constelações Organizacionais” com o nosso parceiro GUSTAVO BOOG
Congresso de Recursos Hum... Já está confirmada a presença do Prof. Bernardo Leite na edição 2012. Com o tema central – O Impacto do RH como Departamento Estratégico. A participação do Prof. Bernardo Leite será
Projeto Encontrho –... Dia 09.12 estaremos no Projeto Encontrho, realização da Fenix Editora, com a Palestra: O Feedback na relação Clientes e Fornecedores Internos.  Evento acontecerá na Estação de Treinamento ABTD
Feedback é o princípio,... O jogo de palavras do título busca identificar a importância desses dois conceitos fundamentais da gestão de pessoas e a sua interrelação e complementação. Isto é, enquanto