Melhorando resultados por meio dos colaboradores

De forma geral podemos considerar que dispomos de três tipos de recursos em nossas organizações. Eles são:

·         Recursos Materiais que são: as instalações, edifícios, equipamentos, matérias primas, softwares, etc. ·         Recursos Financeiros que são: capital financeiro, dinheiro em caixa, investimentos, contas a receber, carteira de pedidos, etc. ·         Recursos Humanos: que são as pessoas, mas são, também, o conhecimento e a inteligência dos processos em geral. Ressalto que os Recursos Humanos são os mais flexíveis, isto é: em situações de crise podemos utiliza-los de maneira mais abrangente. Os recursos materiais e financeiros apresentam menor flexibilidade e não são “elásticos”, isto é, eles não se adaptam ás situações. Nós é que temos que nos adaptar a eles. Dessa forma os recursos Humanos podem responder com maior flexibilidade e abrangência para enfrentamento das novas necessidades e detém maior potencial de crescimento. Por isso são importantíssimos nas crises. Sim, pois é notório que as organizações utilizam pequena porcentagem do potencial do capital humano que possuem. Aliás, se a empresa utilizasse todo o conhecimento que detém, nas pessoas que a compõem, os seus resultados seriam surpreendentemente maiores. Esta é uma preocupação das áreas de Recursos Humanos, mas mesmo a empresa que não tem essa área estruturada pode fazer bom uso de algumas ações como: 1.      A pessoa certa no lugar certo. Para isso é fundamental entender melhor o que a posição exige para uma boa atuação. Evite indicações políticas que satisfazem momentaneamente, mas podem trazer sérios problemas depois. Ensine seus gestores, que são os responsáveis pelas contratações e gestão desses recursos, a como fazer uma entrevista para avaliação de candidatos. Você vai evitar muitos custos desnecessários. 2.      Peça aos seus gestores que descrevam os cargos de suas áreas. Descrição simples, mas que possa definir responsabilidades e exigências para que seus ocupantes conheçam essas atividades e sabiam o que a empresa espera deles. 3.      Salário sempre é uma grande preocupação e mais de 90% das insatisfações salariais decorre de comparação como: “faço a mesma atividade que o outro, mas ganho menos” ou “faço mais que o outro e ganhamos o mesmo”, e assim por diante. Precisamos, então, pagar com justiça.  Desnecessário comentar a importância desse fato para a motivação da “tropa”. Às vezes uma simples adequação no nome do cargo tem enorme efeito motivacional. 4.      Aspecto determinante refere-se ao acompanhamento. Avaliação e indicadores mantém o processo de desenvolvimento. Não há desenvolvimento sem avaliação e indicadores. Precisamos “dar o norte” para que nossos profissionais se desenvolvam. Lembrando Drucker: “Nenhuma empresa tem programa de desenvolvimento. Todas tem programa de autodesenvolvimento”. Voltaremos a falar sobre outros aspectos importantes para a otimização dos resultados organizacionais como: a questão da aprendizagem organizacional (“todo treinamento começa quando termina”); a questão dos planos de carreira como fator de retenção; os indicadores como motivadores e referenciais de performance e processos e o melhor aproveitamentos dos resultados da avaliação de desempenho. Até lá!

Similar Articles

PRÉ LANÇAMENTO DO NOVO ... SERÁ QUE A MINHA EMPRESA É ASSIM? Esse é um livro que trata do comportamento humano. Sem dúvida procura dar foco nos aspectos do Comportamento Organizacional, mas
Treinamento on-line ̵... Treinamento on-line em 3 módulos (dias 23, 26 e 30 de novembro / horário de 9h ás 11:40min)
Depoimentos do treinament... Depoimentos referente avaliação do treinamento de Avaliação de Desempenho e práticas de Feedback realizada pelo Idepro nas dependências da ABTD
De perto ninguém é norm... Texto referente ao 43o. Capítulo do novo Livro do Prof. Bernardo Leite: Será que minha Empresa é assim? Está na editora para lançamento em breve.
Criando Cultura de Feedba... A Cultura de Feedback pode ser considerada uma revolução nas relações internas e na dinãmica de desenvolvimento profissional nas Organizações
Relacionamento > Diferenc... Relacionamento > Diferencial para o amanhã (Estamos iniciando a Era do Reconhecimento) Presumo não haver dúvida sobre o fato de que o relacionamento sempre foi um fator
O novo enfoque da Avalia... O novo enfoque da Avaliação de Desempenho As grandes mudanças no ambiente empresarial e a necessidade de maior aproximação com os objetivos organizacionais alteram substancialmente, os procedimentos
Depoimentos sobre o curso... Obs. Omitimos os nomes dos depoentes por não termos solicitado a autorização para divulgação via site. ” O treinamento foi uma rica troca de experiências e um
Você está confortável?... Tudo bem, impossível negar que estar confortável é objetivo de todos, mas que é um grande risco não tenham dúvida! Um dos exemplos que utilizo para demonstrar
Precisamos da liderança? Muito se tem falado sobre o novo perfil da chefia e, em alguns casos, chega-se até a contestar a própria necessidade da sua existência. Isto em nome
Curso Implantação de Av... Aconteceu em 13/02/2014 mais uma turma do curso Confira alguns depoimentos. O treinamento foi totalmente proveitoso o instrutor Bernardo leite tem muita vivência no assunto e sua abordagem
Você aceita perder? O título pode remeter á um sentimento de resignação ou mesmo fracasso, mas ao contrário, dirige-se á um fato corriqueiro para os Vencedores. Saber perder é um
A Avaliação por Resulta... Ferramenta inovadora que propicia uma ação de melhoria efetiva dos resultados da sua Empresa. Consulte-nos para implantação!
Nenhum vendedor é uma il... Você pensa que o vendedor é um profissional solitário? Que está sozinho na rua á mercê de clientes desinteressados e que só se queixam da Crise?  

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *